Saiba mais sobre o retorno do União Central aos gramados

Ir para o conteúdo

Saiba mais sobre o retorno do União Central aos gramados

UNIÃO CENTRAL FUTEBOL CLUBE
Publicado por BERNARDO OLIVEIRA - Futebol do Rio em NEWS · 23 Abril 2021
Em 2021, para a Série C do Carioca, mais um clube volta a campo após muitos anos: é o União Central, que disputou sua última competição em 2014: na ocasião, o aurianil jogou a terceira divisão estadual, ficou num grupo ao lado de São Gonçalo FC, Esprof e Teresópolis e terminou em terceiro lugar, fora da zona de classificação à fase seguinte.

O União Central foi fundado em 14 de abril de 1986, no bairro da Penha, por um grupo de camelôs da Central do Brasil. Em 1992, foi campeão da Taça Francisco Assis de Lima, do Departamento Amador da Capital, promovida pela Federação do Rio de Janeiro. Três anos depois, o clube aurianil estreou na Terceira Divisão de Profissionais e terminou na penúltima colocação, à frente apenas do União de Marechal.

Nos anos seguintes, o União Central não teve campanhas de brilho no cenário do futebol carioca, alternando anos em que se licenciou da disputa. Em 2009, chegou uma nova diretoria, chefiada por Ward Gusmão, coronel do Corpo de Bombeiros, que prometia construir um estádio ao clube e levá-lo à primeira divisão estadual.

Naquela temporada, o aurianil da Penha mandou seus jogos no Estádio Hermenegildo Barcelos, em Arraial do Cabo, numa parceria com a prefeitura da cidade da Região dos Lagos. No certame, a equipe teve um bom desempenho e chegou entre os oito melhores da Série C, sendo eliminado pelo Leme e o Sampaio Corrêa, que depois se sagraria campeão. Após isso, o time voltou ao fraco desempenho de anos anteriores, até licenciar-se em 2014. Nestes últimos seis anos, as gestões anteriores encontraram dificuldades para atender todos os requisitos pedidos pela Federação para se disputar um campeonato profissional.

Agora, o clube está sob nova administração, através do presidente, Juan Monteso, que assumiu o União Central em 2019, num mandato de três anos. Em entrevista ao FUTEBOLDORIO.COM, o mandatário destaca as melhorias que foram feitas sob seu comando, além do pagamento das dívidas:

– Encontramos um clube que se mantinha inativo já há algum tempo, com isso, o primeiro passo foi regularizar a situação cadastral do clube junto à FFERJ por meio da apresentação da nova ata com a nova diretoria, registrada em cartório, bem como a atualização de pagamentos de algumas taxas anuais anteriores. Hoje, o clube se encontra totalmente saneado em dívidas e, inclusive, dentre os 31 times da Série C, o União Central está entre os três clubes que se encontram saneados no momento, conforme planilha divulgada pela Federação – destacou o presidente.

Na Série C, o time mandará suas partidas no Estádio Leônidas da Silva, que pertence ao Bonsucesso. Durante o último ano, a diretoria aurianil procurou diversas praças, porém, o estádio em Teixeira de Castro foi escolhido por ser a opção mais viável, tanto em relação aos laudos técnicos exigidos, quanto à proximidade ao bairro onde o União foi fundado, a Penha, local onde permanece até hoje a parte administrativa do clube.

Até o presente momento, de acordo com a diretoria, o União Central vem se mantendo com o aporte de recursos financeiros dos próprios dirigentes do clube. Até por isso, com o custo alto para disputar a Série C do Carioca, o clube criou uma vaquinha online no intuito de arrecadar fundos para o pagamento das despesas na competição e alcançou, até o fechamento desta reportagem, cerca de R$ 6,5 mil, enquanto a meta estipulada é de R$ 180 mil.

Falando sobre o elenco que disputará a Série C, a comissão técnica que o comandará já está formada: o treinador da equipe será Fábio Luiz, ao lado do auxiliar Cristiano Silva e do preparador de goleiros Gabriel Adnet. O time, desde o início do ano, já realizou amistosos contra Bonsucesso, EC Resende, SE Belford Roxo e Artsul, em preparação para a competição.

O plantel, jovem em sua maioria, é formado por atletas provenientes de peneiras, além de alguns jogadores que passaram por clubes das divisões inferiores do Rio e São Paulo. Os treinos da equipe vêm acontecendo em alguns espaços, como, além de Teixeira de Castro, o Aterro do Flamengo e a Casa do Marinheiro, em parceria com a Marinha do Brasil.

Seguindo na pré temporada para a Quintona, o União Central estreia na competição no dia 24 de maio, diante do Independente, no Estádio Ubirajara Reis.
Fontes:



Todos os direitos reservados à União Central Futebol Clube.
Voltar para o conteúdo